quarta-feira, março 14, 2007

Apetece-me...


Apetecem-me as caminhadas sem destino. As que não se marcam pela cadência da vontade, mas que ganham forma na impetuosidade dos meus passos. Apetecem-me as definições indefinidas, que pouco dizem, mas que tudo abarcam, deixando em aberto a duvida sobre o meu querer e a minha vontade. Apetecem-me os sorrisos cúmplices e as mágoas partilhadas, e os desejos fortuitos de noites sonhadas! Apetecem-me os silêncios que me libertam, na mudez das coisas que eu não digo, mas que apenas sinto! Apetece-me, nada me apetecer e ficar apenas a saborear a inconstância dos momentos que só eu entendo e dos quais apenas eu sou medida!

14 comentários:

KI disse...

A mim também me apetece esse 'estar bem aonde não estou e querer ir onde não vou...' vamos?

Beijos com estalaficocus, estreptococus, bacilos, fungos, amibas saltitantes e paramiscurnas a fazerem a onda...ufas...ficosempre exausta com tal parafernália...lol...

Vlad disse...

Apetece-me dizer-te que também eu aprecio particularmente "saborear a inconstância dos momentos que só eu entendo e dos quais apenas eu sou medida"... e são tão poucos esses momentos que têm que ser ainda mais valorizados ;)
Bjs mts

Vlad disse...

p.s.: Belíssima a pintura ;)

Tacitus disse...

Apetece-me dizer que apesar de tantas "definições indefinidas" e de tantas certezas incertas, há sempre algumas estrelas que nos fazem mover. Guia-te pelo brilho delas. Um grande abraço

Rui Luís Lima disse...

olá

se gostas de cinema vem visitar-nos em

www.paixoesedesejos.blogspot.com

todos os dias falamos de um filme diferente

paula e rui lima

pet alex disse...

Sabes Igara, não sendo «macaco de imitação» apetecia-me tudo o que escreveste.
Hoje tive um dia assim, quando te li, sorri.
Bjs

Tigre disse...

Tá fixéeee...continua assim ;-)))) ...beijo grd

salexia disse...

Apetece-me não sentir certas palavras como dores pessoais...não tens culpa:), a tua prosa arrasa comigo em dias mais...destes!

Beijo..aparece!

Anónimo disse...

Apetece-me!!!

Olhar em redor...
Ver os outros com a nudez do meu rosto.
Dizer-lhes que estou aqui.
Que o meu mundo também é o deles.
E que gosto de ler os teus textos.

Obrigado.

JP. (templ).

Gui (Pinochio) disse...

Sorrisos cúmplices; silêncios libertadores, caminhadas sem destino; um programa aliciante. Permites-me que te acompanhe?
Um beijo amigo e um abracinho.

pedro alex disse...

Olha passei por aqui. Não tens mais nada escrito. No problema deixo te na mesma um bj:)

heresias consentidas disse...

"Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas nao esqueco que a minha vida e a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela va a falencia. Ser Feliz e reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensoes e periodos de crise. Ser Feliz e deixar de ser vitima dos problemas e tornar-se autor da propria historia. E atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oasis no recondito da Alma. E agradecer a Deus a cada manha pelo milagre da Vida. Ser Feliz e nao ter medo dos proprios sentimentos. E saber falar de si mesmo. E ter coragem para ouvir um "nao". E ter seguranca para receber uma critica, mesmo que injusta. Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um Castelo!"
(Fernando Pessoa)

xi-coração
herc

Sonhador de Alpendre disse...

E que coisas boas lhe apetecem.. até aquelas que não lhe apetece apetecer...



sonhos apetecidos

crowe disse...

ai adoro esta frase: Apetece-me... usu-a da mesma forma que baptizo os meus dias... um beijo grande hoje foi muito bom apetecer-me ler-te