quarta-feira, setembro 05, 2007

E finalmente...o "meme"...


No regresso das férias, decidi iniciar as postagens com a resposta ao desafio lançado pela Alexia do blog Reinvenção. Andava mesmo com este desafio engasgado...mas um dia...
“Percorro , em passo hesitante, cada caminho de mim.
Escuto o sentir do compasso, marcado pela cadência desta cama de rede onde balanço.
O balançar definido, solto amplo e comedido, liberta o meu pensamento na magia do momento...
Mergulho nos “memes” da minha vida, tentando definir um que me sirva, de referência primeira...decisiva! Mas à medida que busco, as memórias surgem densas e descubro que de intensas, é impossível escolher, entre alegrias tristezas, entre duvidas e certezas, entre o que tenho ou irei ter! Opto por imprimir balanço ao trono feito de rede, e trauteio uma musica, uma canção de embalar , uma das que em pequenina, me ajudavam a sonhar. Chega então ao pensamento a angustia de alguns dias, os choros e desesperos, o pavor e tantos medos que se instalaram em mim, a lembrança dos minutos, que custavam a passar, dias que pareciam meses e o temor de adormecer sem saber se ia acordar. A força desse Sentir, que me tornou desmedida, foi um ponto de viragem...inicio de nova vida.
Enrosco-me na manta quente, olho o céu no meu balanço, deixo que a noite me abrace no manto de estrelas manso...e fico apenas ali, a sentir esta Verdade que imprime em mim cada instante, num sabor a Eternidade...”

5 comentários:

pedro alex disse...

Não tenho grandes palavras para te comentar. Em boa verdade, ler-te é uma questão de sentir, tantas vezes, para mim, dificil de traduzir.
Um abr e um bj

Gui disse...

O melhor "meme" mesmo á a nossa própria vida vivida segundoma segundo. Parece ter sido esse que escolheste, e não podias ter escolhido melhor, porque a vida de uma mulher fantástica como tu, constitui o mais bonito "meme" que
é possível arranjar.
Para além disso ficou-me no pensamento as canções que te ajudaram a sonhar a cama de rede onde baloiças as recordações da tua vida. Um beijo muito...muito grande. Ainda bem que voltaste.

luar perdido disse...

Bem vinda minha doce Igara.
Que a rede te aninhe, te embale e te guarde, porque minha amiga...Só mesmo um "meme" à VIDA, já que ela é a ETERNIDADE. Felizes e lindissimas palavras. É bom ter-te de volta.
Beijo manso de luar perdido no balanço da tua rede....

Su disse...

Eu Adorei ler-te, apesar de sair daqui com a sensação que li pouco e continuo sem saber nada... esse meme está muito tenue, quase quase n se sente, mas ok, entendi, e agradeço as palavras tao bem escolhidas!
:)
?! gostas do mar e de fotografia, pronto és defenitivamente boa pessoa!
Bj do Sul do mundo

alexia disse...

Amo de paixão ler-te neste registo de prosa poética:)
Valeu a pena a espera, não achei ténue o teu meme e sinto-me preenchida:)

Beijo grato!

PS: Sabes que não rsisto a camas de rede, esta encheu-me as medidas!