quarta-feira, novembro 22, 2006

A minha Mãe


"Na Véspera de Aniversário do Meu filho Diogo, decidi publicar um texto feito por ele. São dádivas destas que me fazem abençoar a toda a hora o momento em que decidi Ser Mãe."

A minha Mãe é tão linda,

É a mais linda do mundo.

E é por ela ser assim,

Que eu lhe conto tudo, tudo!



Conto-lhe coisas da Escola,

Coisas do meu Coração,

Conto sonhos, conto Histórias,

Conto tudo pois então!



E a mamã até sabe,

Coisas que eu não lhe conto!

Ela diz que é de ser Mãe

Eu acho que é de me amar muito!!



Autor: Diogo Costa (7 anos)

17 comentários:

homem de negro disse...

Olá...
India, pá, eu não venho cá sempre, mas acho que venho quando é preciso... E acerto sempre... E hoje acertei outra vez quando li este poema do Diogo, grande mãe, grande filho...
Beijos muitos e cumprimentos, a gente vê-se por aí...

JCarlos disse...

Diogo!...
Deixa-me dizer-te uma coisa:
São destes pedaços de alma que se faz a nossa Vida!...
Aquilo que vai enchendo o nosso baú de recordações e que nós gostamos tanto de abrir e remexer cada vez que nos aperta a saudade, é lá colocado cada dia ao longo da nossa existência!... E esses pequenos nadas de que é feita a nossa Vida, constituem como que a nossa herança, o nosso património... Aquilo, Diogo, que nós vamos transmitir aos que vierem depois de nós!... E é bom que na nossa passagem por este mundo deixemos algo ao Homem irmão de todos os Homens... muito ou pouco, isso não interessa... pode até ser apenas a sombra de um sorriso!...
Mas olha...
Gostei muito do teu poema... são palavras com alma... é que sabes? As palavras também têm alma e se tu espreitares, por detrás de cada palavra está o rosto de quem a escreveu!
Sei que amanhã fazes 10 anos... Parabéns! Estás um homem!... Sê um HOMEM!...

Pinochio disse...

Igara, minha amiga, ou estou muito enganado ou Diogo qualquer dia passa-te "as palhetas" como poeta, aoesar de isso ser uma tarefa quáse impossível. É lindo demais para eu estar aqui a tecer comentários. Apenas digo que é lindo. Um beijinho para ti e um para o Diogo. Com 10 anos ainda lhe posso mandar um beijo, nã é?

Pinochio disse...

Igara, minha amiga, ou estou muito enganado ou Diogo qualquer dia passa-te "as palhetas" como poeta, aoesar de isso ser uma tarefa quáse impossível. É lindo demais para eu estar aqui a tecer comentários. Apenas digo que é lindo. Um beijinho para ti e um para o Diogo. Com 10 anos ainda lhe posso mandar um beijo, nã é?

mperolabranca disse...

É uma benção ter assim um filhote,
parabens miga.
Beijokas.

bono_poetry disse...

Tao bom que o diogo saiba te surpreender em tao tenra idade..parabens..os poetas florescem no nosso pais...nos campos abertos onde exista amor ou vontade de o ter...e muitos poetas de vozes dadas....certo dia farao partir palavras aladas...que rasgam no futuro melhores dias...fruto de sentidas poesia....um terno beijo

Passo disse...

:) lindo esse amor de filho :) bjokas linda

Maria disse...

Pronto, fiquei de lágrima no olho....

Eles são demais....

Jokas

nene disse...

Dá uma beijoca grande no Diogo!
Que filho tão lindo tu tens!
Um beijinho:)

Coral disse...

Querido Diogo:

Não nos conhecemos, mas este teu poema necessariamente leva-me as que te dedique afectos.

Lembra-te hoje, por altura dos teus 10 anos, que o melhor que temos no Mundo é o amor maternal. Incondicional, sempre presente e tão caloroso quando nos sentimos abraçados e enxugados nas lágrimas e rendidos aos doces sorrisos da Mãe...

Um beijo grande e oxalá a vida proprocione que nos cruzemos porque seguramente que serás um pessoa linda, aliás à semelhança da tua mãe...

Feelings disse...

Diogo lindão

'Conheci-te' não passavas dum 'grãozinho' na barriga da mamã que já te amava tanto e ficava com aquele brilho no olhar a falar de ti, com um sorriso entre o feliz e o ansioso por te aninhar nos seus braços... hei-de sempre recordar como saltitaste quando eu te cantei 'pimba', ai garoto tu não gostaste nada, já tinhas bom gosto!
Sabes, adorei ver-te a primeira vez, eras lindo, rosadinho, fofo e ternurento, como ainda és (tenho que te por a vista em cima)estás um poeta rapazinho!

Um beijinho para ti e um xi.coração, és encantador ;)

RB disse...

Parabéns ao Diogo, pelo poema tão bonito e pelo aniversário.
Parabéns à mãe por ter um filho como o Diogo.
Beijinhos para os dois.
Bom fim-de-semana.
RB

luar perdido disse...

Igara minha querida, que mais te dizer?
PARABENS Mãe, PARABENS Diogo.
Felizes nós que vos lemos.
Diogo, que os teus 10 anos sejam plenos de palavras belas, sentimentos lindos e vida, como a que demonstras e que a vida te sorria sempre, ao lado da tua "mamã", que sabe mesmo muito porque também te ama mesmo muito.
Mil beijos para o nosso poeta, e outros tantos para a mãe que o deu ao mundo.

Anónimo disse...

Ser mãe é isso mesmo e ter um relacionamento assim com um filho é muito bom
grande beijo Igara

sjdppp

Tacitus disse...

Criança inspirada a tua. Sensibilidade que flutua pelas suas palavras. Parabéns Diogo e parabéns Ígara. Boa semana!

Amstist1 disse...

Já venho tarde,mas acho que nunca é tarde demais.....PARABÈNS AOS DOIS!!!
É tão bom ver as nossas crianças crescerem....e estar ao lado delas acompanhando-as a cada passo das suas vidas.
Lindo...Adorei.


BEIJOS na doce magia da Amizade.

alexiaa disse...

Confesso-me um pouco baralhada com a idade do Diogo:) mas isso agora também não vem para o caso.
E o caso é enternecedor...porque é para isso que eles existem, para nos enternecerem inesperadamente e amaciarem a vida com olhares, palavras, gestos e até...poemas!
Tudo de bom para o Diogo, de bom para ti, de maravilhoso para vocês!

Beijo