terça-feira, junho 06, 2006

Se um Dia


Se um dia

Eu pudesse despertar,

Abençoando a minha vida

A cada passo,

Se eu te envolvesse

Por acaso,

Como quem dá e sente,

Um mesmo abraço,

Se a cada caminho meu

Algo florisse,

Como testemunho meu,

Do teu sorriso,

Iria certamente despertar,

Com vontade Absoluta,
De Ficar!

8 comentários:

marisa disse...

Olá querida!
Tenho saudades...
Quanto ao poema, que dizer, de uma sensibilidade fantástica, adoro a simplicidade com que escreves e em tão pouco, está tanto...
Baci.

igara disse...

Marisita, eu também tenho muitas saudades, mas tantas...
Tenho tido muito trabalho, espero que no decorrer da proxima semana tudo volte á normalidade, para podermos voltar a conversar. Até lá, um beijo mansinho, e um abracinho apertadinho! :)

Maria disse...

Lindo.

Tacitus disse...

Embora não goste de viver nos "ses", o poema resulta na plenitude...sublime! Boa Semana ;)

Carolas disse...

Embora com alguns ses, este poema faz lembrar a doce certeza da doçura das manhãs de fim de semana acoradndo ao lado de quem amamos

Carlos disse...

As tuas mãos acariciam
O meu rosto,
Deslizam
Pelo meu corpo
Sinto o sabor
Da tua boca.
Perdido de amor
Simplesmente louco.
Sinto o teu perfume
A tua pele suada
E um som de queixume,
Mistura-se a uma balada.
De repente fixo o teu olhar
E beijo-te com ternura
Sem limites para dar
Amor com loucura

Pinochio disse...

Doce Igara, há uma frase no teu poema que me pareceu linda e julgo poder ser considerada como a chave perfeita para a união total e harmoniosa entre duas pessoas, (por obsessão minha quando falo em duas pessoas, penso de imediato num homem e numa mulher). A frese é a seguinte: "Como quem dá e sente o mesmo abraço". Parece imperativo que quando duas pessoas pessoas se abraçam o fazem num único abraço. Nada mais errado! Se calhar é aí que comea a falência de uma relação. Cada um dá o seu abraço, o que na maior parte das vezes nada tem a ver com o abraço que recebe. Concordam comigo? Não! Já calculava. Um beijinho minha amiga, que tu sempre que abraças, e sejas abraçada, sintas que apenas existe um abraço a unir-vos.

Vlad disse...

Estou absolutamente de acordo com o Pinochio... esa frase por si só merece um post... mais um lindo poema ...
bjnhs