segunda-feira, abril 24, 2006

A minha Alma


Podes pedir quase tudo

O Coração o Amor

Só não me peças a Alma

Que é livre e nunca se prende

A sentimento maior.

A minha Alma esvoaça

E noutras se entrelaça

Não tem dono não tem cor

Não tem Credo não tem Raça

Não tem nada que a faça

Ficar presa a onde for!

Minha Alma é viajante,

Sonha tocar as Estrelas

É por ela ser assim

Que sei que há coisas belas!

Mergulha no Mar imenso,

Sentindo um calor intenso

Explode, Ama, Revigora

Parte sempre com a Aurora

Em busca do meu querer!

E eu quero ficar assim,

É da minha Natureza,

Ter meu corpo para ti,

Sem minha Alma estar presa!

8 comentários:

Tacitus disse...

A imaginação é a visão da alma...bom feriado!

Anónimo disse...

Bem nem sei se esceva mas porque ja tou aqui cá vai.
Madastra do tempo sentou na velha soleira enrolada pelo manto de uma triste negreira que outrora fizera saltar pecados estranhos demais.Vagueou pelo mundo recalcou caminhos de anjos ebrios sem que alguem os intimidasse a uma incuria de anjos alvos.
observei do meu nefasto inferno tao belas criaturas saudei-as e envolvi um grande e negro manto,hoje sao os meus anjos negros.

Mefisto

Pluma(princesavirtual) disse...

Gostei deste voo da alma :) beijitos Igara

Vlad disse...

A minha é desalinhada ;)
talvez ainda se encontrem num desses voos ... as almas I mean
bjnhs

Coral disse...

Igarita, é minha convicção de que a harmonia da nossa entrega aos outros só se consegue quando nos reservamos a nossa genuinidade. E esta passa indefectivelmente pela liberdade da alma, pela intocabilidade da nossa esência. Gostei muito do teu texto mas sem dúvida nenhuma que me quedei no "ter o meu corpo para ti, sem minha alma estar presa"...
Beijos e Queijos "Madrinha"

Pinochio disse...

Olha minha queridissima amiga, eu já nem sei que dizer mais dos teus poemas lindíssimos. Lindísimos na forma e profundos no conteúdo, o que nem sempre acontece com muito poeta que para aí anda, alguns mesmo celebrados na comunicação social.De facto minh amiga a alma não se dá nem se vende. Nem se empresta. A alma é talvez a única coisa que é só nossa, e que nós devemos manter intacta, pura e autêntica. Quando entregarmos a alma a alguém estamos a renunciamo-nos e a perdermos a nossa liberdade. A alma, podemos deixá-la ser contemplada, mas nunca partilhada. É o que eu penso, e é o que pensas também, e isso dá-me a certeza de não estar enganado. Um beijinho muito grande.

atlantico disse...

mas existem formas de prender também a ALMA

atlantico disse...

existem maneiras de aprisionar a alma sabias?