quarta-feira, setembro 27, 2006

Tons de Azul

Desejo ter-te em tons de Azul,
Em tons de céu, de Mar e de Infinito..
Porque a pele nele, cede a cada afago,
Fazendo cor deste querer em que não minto!

Desejo-te breve, em caricias envolvida
No sentir que apenas o toque silencia
O desejo que surge em cada encontro,
Quando o Azul surge assim, como medida!

13 comentários:

Pinochio disse...

A côr do céu e a côr do mar, que melhor côr de fundo poderias desejar para te sentires em "carícias envolvida". Com a sensibilidade e o bom gosto de sempre. Um beijinho minha doce amiga.

Passo disse...

preferia em tons de verde ;) ta lindo Iga bjokas

Anónimo disse...

O Azul, que marca o infinito, vai imprimir para sempre a forma como te sinto.Um beijo...Querida!

Kitty disse...

Iga

Um dia azul para ti...

Beijo repenicado

;)

luar perdido disse...

Azul....O eterno e profundo azul do mar, do esplendoroso céu em tardes de verão. O azul de um amor sem fim; "envolvida em caricias, num sentir que só o toque silencia" em imenso e brando azul...Lindo, como sempre.Beijo doce de azul vestido

Maria disse...

Olá,

Primeiro queria deixar-te um alerta. Não sei porquê mas de vez em quando o teu blog gera um erro qualquer e desliga-me a net.

Já respondi ao teu repto. tarde mas foi.
E adorei os teus tons de azul...

Beojinhos mundiais.

Pé de Salsa disse...

Igara,

É uma belo poema em tons de azul.
(só hoje pude ler o teu post anterior sobre aqueles bichinhos muito encantadores - baratas - e senti o que sentiste. É simplesmente horrível. Que nojo!)

Tem um bom fim-de-semana.

Tacitus disse...

E como eu gosto do azul...my favourite colour. Boa semana e aquele abraço ;)

crowe disse...

Amo Azul... amo verdadeiramente! Este teu blog é como um amigo que não se vê há muito e com quem imediatamente nos sentimos entregues e confortáveis... Sinto-me sempre bem aqui! by the way ja respondi ao repto

homem de negro disse...

Corre-me pelos cabelos o vento em suaves desalinhos, sinto no rosto o quente do sol que me acompanha, tenho na mão, bem segura, a mão de quem tanto amo, lá em baixo o imenso azul que adoro, espero algum tempo e o azul transforma-se em dourado enquanto o por do sol que tanto adoro acontece...
Cai a noite e o azul é agora escuridão, e isto são recordações, sou eu mais o meu filho de mão dada a ver o por do sol no Cabo Sardão...
Um beijo vadio e imenso para ti amiga, a gente vê-se por aí....

Lobaaaaaaaaaaaaa disse...

O azul é uma cor bonita.

O azul da imagem é deslumbrante.

Beijos mil em tu.

nene disse...

O azul é uma boa cor!
beijinhos:)

mama vera disse...

Lindo por demais!!!
Mesmo!!
Mesmooo!!